O velho manuscrito



Um manuscrito do Egito decifrado recentemente pelo holandês Roelof van den Broek, da Universidade de Utrecht, na Holanda e sua equipe, nos conta detalhes interessantes sobre personagens Bíblicos. Datando de aproximadamente 1.200 anos atrás, foi escrito na língua copta, e conta detalhes interessantes da crucificação de Jesus.

Ali diz que Pôncio Pilatos, o governador romano que autorizou a crucificação de Jesus, se arrependeu. E o arrependimento foi tão grande que ele ofereceu seu próprio filho para morrer do lugar do condenado.

Outro ponto interessantíssimo do manuscrito é o que diz que Jesus podia alterar sua aparência física: uma hora estava com o rosto de alguém e logo depois mudava de fisionomia. Esse teria sido, de acordo com o documento, o motivo de Judas ter de beijá-lo para indicar aos soldados quem era.

Fonte: Roelof van den Broek - Pseudo-Cyril of Jerusalem On the Life and the Passion of Christ - A Coptic Apocryphon 2012.

Nenhum comentário:

Postar um comentário