O fantasma


No dia 12 de agosto de 1997, a Família Russel se reuniu em torno da avó na casa onde ela vivia. Eles ficaram surpresos ao descobrir depois, no fundo desta foto, a imagem do avô deles, que tinha morrido três anos antes.

Múmia monstruosa


Trabalhadores de uma mina de diamantes de Udachny, nordeste da Rússia, encontraram uma criatura mumificada e a batizaram de “múmia mostruosa”.

Aparentemente, trata-se de uma espécie desconhecida da época dos dinossauros, na era Mesozoica. Alguns pesquisadores foram ao local analisar a criatura. Ela tem o crânio alongado e dentes afiados que parecem remeter à era pré-histórica. Mas os cientistas só se pronunciarão quando testes definirem a idade da múmia

De qualquer forma, essa descoberta pode modificar a história da evolução das espécies do planeta Terra.

A cápsula do tempo nazista





Em 2016, durante a demolição de um velho prédio de mais de oitenta anos, em Zlocieniec, na Polônia, foi encontrada uma cápsula do tempo nazista. Era um cilindro de cobre lacrado que foi enterrado em 1934 junto à fundação do edifício que sobreviveu intacto à Segunda Grande Guerra.

Ao abrir a cápsula, os pesquisadores depararam com moedas, jornais, fotografias e exemplares do livro Minha Luta, escritor por Adolf Hitler na prisão. Tudo está em perfeito estado de conservação e será exibido num museu.

Havia esperança de que ali houvesse um filme com as imagens da comemoração dos 600 anos da cidade (1933), mas ele não foi encontrado.

Milhares de corpos em valas do Estado Islâmico

A Agência de Notícia Associated Press promoveu uma grande investigação que descobriu 72 valas comuns em territórios do grupo terrorista autodenominado Estado Islâmico. Não se sabe ao certo o número exato de mortos, podendo variar entre 5 mil a 15 mil.

Na Síria a Associated Press pesquisou em 17 valas comuns e encontraram centenas de  corpos de uma tribo recentemente extinta pelos radicais. No Iraque encontraram 16 sepulturas mas não foi possível ainda contar as vítimas por ser perigoso.

Catalepsia


Nos dias atuais é bem raro o relato de um caso de catalepsia (doença do sono profundo que causa imobilidade do corpo e rigidez dos músculos), em 2011 foi relatado um episódio assustador. É o caso de Niurka Berenice Guzman Reyes, uma jovem dançarina da República Dominicana. Ela foi encontrada desacordada. Os médicos a deram como morta e até diagnosticaram um infarto, sem sequer fazer um exame de necrópsia.

Depois de dois dias sonhando que Niurka estava viva e pedia por socorro, sua melhor amiga convenceu a mãe da morta a desenterrá-la. Um juiz local autorizou a exumação do corpo, só que a dançarina estava mesmo sem vida. Só que morrera de asfixia depois de arranhar a tampa do caixão. Ela fora enterrada viva.

Concreto vivo


Os pesquisadores da Universidade Técnica de Delft, na Holanda, criaram o bioconcreto, material com potencial para regenerar construção danificada. É que em sua composição há colônias da bactéria Bacillus Pseudofirmus, um organismo tão resistente que é capaz de sobreviver na altíssima temperatura da borda de um vulcão ativo.

A criação dos cientistas é impressionante. Eles misturas as bactérias ao concreto tradicional e elas formam colônias capazes de sobreviver por mais de dois séculos no local da restauração. O segredo para isso é que se acrescenta lacto de calcio, alimento das bactérias, ao concreto.

Esse bioconcreto já revoluciona a construção civil. Quando o prédio é feito com bioconcreto, se aparecer uma rachadura a bactéria se expõe à água e, ao se alimentar do lacto de cálcio, seu excremento produzi calcário que em no máximo três semanas cobre o buraco.

Chupão no pescoço mata adolescente

 
O episódio grotesco ocorreu no Distrito de Iztapalapaga, na Cidade do México, em 2016.

Durante uma cena amorosa, a jovem Íris, de 24 anos, deu um chupão no pescoço do namorado Julio Macías Gonzales, de 17 anos. Até aí tudo normal. Ocorre que a sucção foi tão forte que criou um coágulo no local, que entrou na corrente sanguínea, chegou até o cérebro e na sequência causou um AVC.

Fato é que Julio foi para casa posteriormente jantar com a família, quando sofreu convulsões e, apesar de socorrido pela emergência, não resistiu e morreu.