Chupão no pescoço mata adolescente

 
O episódio grotesco ocorreu no Distrito de Iztapalapaga, na Cidade do México, em 2016.

Durante uma cena amorosa, a jovem Íris, de 24 anos, deu um chupão no pescoço do namorado Julio Macías Gonzales, de 17 anos. Até aí tudo normal. Ocorre que a sucção foi tão forte que criou um coágulo no local, que entrou na corrente sanguínea, chegou até o cérebro e na sequência causou um AVC.

Fato é que Julio foi para casa posteriormente jantar com a família, quando sofreu convulsões e, apesar de socorrido pela emergência, não resistiu e morreu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário